• Henrique Chiapini Pereira

Ao melhor estilo Neymar Jr.!

Embalados por ritmo brasileiro, Paris Saint-Germain arranca virada contra Atalanta e está classificado para as semifinais da Champions League.



Foto: Minha Torcida


Na tarde dessa quarta-feira, 12, Atalanta e PSG rivalizaram no Estádio da Luz, em Lisboa, Portugal, por uma vaga nas quartas de final do torneio.


Horas antes do início do confronto, os internautas usaram as redes sociais como forma de apoio ao craque canarinho. Em sua maioria adeptos sul-americanos, a "hashtag Neymar" foi a mais comentada e os incentivadores aderiram à foto do atleta como a principal, em seus perfis. Neymar, conhecido por seu estilo desde a época do Santos, quando usava o corte "moicano", acatou o pedido dos seus fãs e relembrou os velhos tempos.



Foto: Veja


Na sequência de um ano vencedor, a agremiação de meio século completado na data do jogo, que já tinha sido coroada campeã francesa, da Copa da França e da Copa da Liga Francesa, deposita todas as suas esperanças na maior competição europeia de clubes.


Um susto poderia levar todo esforço à derrota. Em disputa válida pela final da Copa da França, no dia 24 de julho, contra o Saint-Étienne, Mbappé deixou o gramado sentindo fortes dores no tornozelo esquerdo, posteriormente a uma entrada dura de Loic Perrin. O jogador virou dúvida para a fase decisiva da UEFA Champions League, devido ao tempo de recuperação próximo a três semanas. Com todo empenho da equipe médica francesa, o jovem francês, enfim, pôde ser relacionado para as quartas de final.



Foto: Metrópoles


Pelo lado italiano, a Atalanta, sensação da temporada, chegava com a incrível marca de 98 gols confirmados no campeonato. O clube de Bérgamo foi eleito, em 2020, o melhor ataque, dentre os últimos 60 anos da competição, superando a Fiorentina de 1958/59, com 95 gols feitos.



Foto: Lance!


Champions League e viradas surpreendentes = combinação perfeita!


No dia 08 de março de 2017, o Barcelona, que havia perdido o primeiro enfrentamento por 4 a 0 diante do PSG, tinha o quase impossível pela frente: fazer 5 gols. Liderado pelo próprio Neymar, os "blaugranas" aplicaram uma sonora goleada nos parisienses. A partida terminou em 6 a 1 e culminou na maior transferência da história do futebol mundial. O atacante brasileiro custou, aos cofres franceses, 222 milhões de euros, valor equivalente a R$ 950 milhões.



Foto: Veja


Em um primeiro tempo movimentado e com boas chances para ambas as equipes, o time italiano teve a ocasião inicial de gol. Aos 2 minutos, Alejandro "Papu" Gómez chutou forte para a defesa de Navas. No contra-ataque da mesma jogada, Neymar usou de sua velocidade para ficar cara a cara com o goleiro adversário. Sportiello, por sua vez, fechou o ângulo de visão e fez com que o atacante perdesse uma grande oportunidade para abrir o marcador.


A partida que tinha em Neymar o protagonismo, vê Keylor Navas ser o destaque do clube francês no primeiro tempo. O arqueiro, em um momento de pressão dos italianos, operou diversas defesas, todavia, na sequência das tentativas dos mandantes, a bola persistiu em ficar no primeiro terço do campo parisiense e, Pašalić, aos 27 minutos, finalizou com categoria, colocando a Atalanta na frente do placar.



Foto: Paraná Portal


No retorno para o segundo tempo, Neymar recebeu mais um incentivo. Dessa vez de Leonardo, diretor esportivo do clube, com quem o jogador teria se desentendido no início da temporada, após a sua quase saída para o Barcelona.


Poupado na primeira etapa, Kyllian Mbappé, que estava há três semanas em recuperação, viu o time precisando dos seus trabalhos e, a pedido de Thomas Tuchel, foi convocado para auxiliar a equipe.


Com a entrada do craque francês, o PSG ganhou maior qualidade e velocidade nas finalizações das jogadas, para conseguir povoar a sua zona ofensiva. A dupla Neymar - Mbappé, destaque da temporada no campeonato local, mostrou entrosamento e o resultado não demorou a sair. A etapa decisiva tornou-se de total controle dos visitantes, que elaboraram as melhores saídas para o ataque.

Mas a partida exigia ainda mais dos jogadores de meio-campo, e o treinador optou pela substituição de Ander Herrera e Idrissa Gueye, por Paredes e Draxler. A partir de então, o PSG condicionou o seu estilo de jogo. O plano tático do comandante, fez com que Neymar permanecesse em sua posição e os demais atletas criassem mais oportunidades para os homens de frente.


A insistência dos franceses surtiu o efeito esperado. No minuto 45, Choupo-Moting cruzou a bola e encontrou Neymar, que dominou e colocou para o meio da área. O zagueiro, Marquinhos, só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol e igualar a contagem.



Foto: UOL


Tudo estava em aberto, até que o protagonista da partida achou Mbappé. O francês tocou para o substituto de Icardi, livre de marcação, virar e dar tons finais à disputa.



Foto: Globo Esporte


Com a vitória, o Paris Saint-Germain conquistou a classificação e avançou para as semifinais. Na próxima terça-feira, 18, os franceses enfrentarão o RB Leipzig, às 16h, no El Madrigal.




Por: Marcos Moreira

Edições: Henrique Chiapini

10 visualizações

Receba nossas atualizações.

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Giro Esportivo.