• Henrique Chiapini Pereira

“Aplaudiremos o Grêmio, aonde o Grêmio estiver”

Clássico entre Grêmio e Internacional, Gre-Nal, dá boas-vindas ao retorno do Campeonato Gaúcho.



Foto: Sportbuzz


O futebol brasileiro, aos poucos, está voltando. Após 120 dias de paralisação, frente ao Coronavírus, em Caxias do Sul, no estádio Centenário, Internacional e Grêmio fizeram uma partida emocionante pela quarta rodada do Gauchão. Os visitantes ganharam de 1 a 0 e saíram vitoriosos do Gre-Nal 425.



Duelo mais conhecido e um dos mais violentos da história do futebol chegou à sua 425ª edição. Os rivais se combatem desde 1909, com 156 vitórias do Inter, 134 do Grêmio e 135 empates. O Grêmio ampliou sua superioridade diante do Internacional nos dois últimos anos. Agora, são 8 jogos entre os times, nos quais os colorados não vencem os tricolores.



O encontro anterior entre os "plantéis" foi pela fase de grupos da Copa Libertadores. No dia 12 de março de 2020, de forma inédita, as agremiações protagonizaram uma verdadeira batalha na Arena do Grêmio. Porém, essa partida não obteve um vencedor. Tinha tudo para ser um espetáculo, tanto dentro, quanto fora de campo. No entanto, o clássico terminou em um clima quente, gerando oito expulsões: Luciano, Paulo Miranda, Caio Henrique e Pepê, pelo lado do Grêmio; Moisés, Edenílson, Cuesta e Praxedes, para o Internacional.



Foto: Metrópoles


Nem só de rivalidade se vive um clássico. As equipes da Região Sul brasileira uniram-se em um objetivo maior: ajudar ao próximo. Projeto intitulado “O Gre-Nal mais importante da história” conseguiu arrecadar um valor maior a 2 milhões de reais, para a estruturação de mais de 80 novos leitos de UTI da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.



Foto: Rádio Grenal


Em um primeiro tempo equilibrado, mas com as maiores probabilidades de gol da equipe visitante, o Grêmio, aos 30 minutos, se viu pronto para sair à frente. Em cobrança de escanteio, Kannemann foi puxado pelo zagueiro, Damián Musto, sendo marcado o pênalti para a esquadra azul e preta. Éverton "Cebolinha", com rumores da sua saída do time e uma suposta transferência para o Benfica, a pedido de Jorge Jesus, foi para a marca da cal, mas Marcelo Lomba fez uma grande defesa e impediu com que o tricolor gaúcho abrisse o placar.



Foto: GloboEsporte


Logo no início da segunda etapa, aos 8 minutos, o Internacional, se sentindo pressionado, teve uma bola parada com Boschilia e a chance de empatar a partida, entretanto, Vanderlei, bem colocado, evitou. Aos 15 minutos, em nova investida da equipe da casa, Edenílson chutou de perna esquerda e a bola passou próximo à meta do goleiro tricolor. As ocasiões eram favoráveis para o Internacional, mas o Grêmio não se deixou abater e, finalmente, a espera por um gol chegou ao fim. Jean Pyerre, em uma cobrança de falta, contou com o desvio na barreira colorada e fez o único gol do jogo, sagrando, assim, o Grêmio como triunfador.



Foto: GloboEsporte/Instagram


Na tabela do Campeonato Gaúcho, o Internacional ocupa a primeira posição do Grupo A, com 7 pontos e 58.3% de aproveitamento, enquanto o Grêmio também lidera o Grupo B, com 12 pontos e 100% de aproveitamento, no segundo turno da competição.


O Internacional enfrentará o Esportivo, no sábado, às 19h, em Bento Gonçalves. Já o Grêmio continuará em Caxias do Sul e fará a sua partida contra o Ypiranga, no domingo, às 11h.


Pela Libertadores 2020, os times da capital do Rio Grande do Sul irão se reencontrar pela quarta rodada, em 23 de setembro, no Estádio do Beira Rio.




Por: Marcos Moreira

Edição: Henrique Chiapini

13 visualizações

Receba nossas atualizações.

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Giro Esportivo.