(22) 3853-1290.jpg
Rua dos Leites, 35 - Centro - Pádua - Tel. (22) 3851-0739.jpg
(22) 3861-3595.png
(22) 3861-2200  3861-2397.jpg

Brasil chega melhor do que alguns concorrentes europeus para a Copa do Catar


Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Em nosso país, muitas pessoas costumam desvalorizar nossa classificação para a Copa do Mundo, pois, segundo eles, nossas Eliminatórias são fracas, enquanto as Eliminatórias Europeias são um termômetro muito melhor para o nível de preparação das seleções. Entretanto, alguns números nos mostram o contrário:


Segundo dados do ranking da FIFA, estas são as médias dos adversários nas Eliminatórias para a Copa: Brasil: Média de 33° (Argentina 6°; Uruguai 15°; Colômbia 16°; Chile 21°; Peru 24°, Paraguai 38°; Venezuela 50°, Equador 55°, Bolívia 78°) França: Média de 66º (Ucrânia 26°; Bósnia 56°; Finlândia 60°; Cazaquistão 125°) Itália: Média de 69° (Suíça 14°; Irlanda do Norte 58°; Bulgária 70°; Lituânia 135°) Inglaterra: Média de 98° (Polônia 23°; Hungria 43°; Albânia 63°; Andorra 153°; San Marino 210°)

Com esses números, vemos que dentre essas quatro seleções, os adversários do Brasil são consideravelmente mais fortes do que os da França, Itália e Inglaterra. Contudo, a Seleção Brasileira já está classificada para a Copa do Mundo do Catar, em 2022. Já a Itália, atual campeã da Eurocopa, mesmo estando em um grupo aparentemente fácil, não conseguiu se classificar de maneira direta, e terá que disputar a repescagem (correndo risco de enfrentar a seleção de Portugal). Isso se deu graças ao fato de a Seleção Italiana ter empatado com a Irlanda do Norte por 0 a 0 na última segunda-feira (15).


Com isso, eu lhes faço um questionamento: imaginem se o Brasil empata com a Irlanda do Norte em um jogo decisivo? Todo o país cairia sobre a cabeça do técnico Tite, que provavelmente seria demitido. A França é a atual campeã do mundo, e mantém a base para a próxima Copa, por isso não a coloco nesse bolo das “menos preparadas”. Também não coloco a Alemanha, pois a maioria dos jogadores treinam juntos todos os dias no Bayern de Munique, então é uma seleção que virá muito entrosada.

Mas, graças aos números (e atuações), eu afirmo, sem medo de errar, que a nossa Seleção chega mais forte e mais preparada que algumas seleções europeias, como Itália e Inglaterra, que disputaram a final da última Eurocopa.

(22) 3861-2956.jpg
Rua Mal. Floriano Peixoto, nº 98 Centro, Miracema - RJ.jpg
CalceMais.calcados.jpg