(22) 3853-1290.jpg
Rua dos Leites, 35 - Centro - Pádua - Tel. (22) 3851-0739.jpg
(22) 3861-3595.png
(22) 3861-2200  3861-2397.jpg

Defesa que ninguém passa!!!

Mesmo com nove jogadores em campo, Palmeiras segura o 0x0 contra o Atlético e se classifica de forma heroica nos pênaltis.


Palmeiras e Atlético-MG entraram em campo no Allianz Parque pelo jogo da volta das quartas de final da Copa Libertadores da América. No Mineirão, o confronto acabou empatado em 2x2, e tudo ficou em aberto para ser decidido em São Paulo.


Foto: AFP

O Palmeiras aparecia como grande favorito, por ser o atual bicampeão da América, líder do Campeonato Brasileiro, e vivendo grande fase. O Galo vinha como franco-atirador, vivendo uma fase conturbada, com o técnico Cuca tentando ainda ajustar a equipe mineira.


A partida começou truncada, com as duas equipes se estudando, e com muito receio de cometer um erro que custaria a vaga. Tudo mudou aos 30 minutos, quando o volante Danilo chegou de forma acintosa em Zaracho, com uma solada na perna. A princípio, o árbitro colombiano Wilmar Roldán advertiu o palmeirense com cartão amarelo, mas foi chamado pelo VAR para consultar o vídeo, e mudou a cor do cartão, expulsando Danilo.


A partir daí, o Atlético teria a chance de crescer no jogo, mas não conseguiu aproveitar a vantagem numérica, e o Palmeiras conseguiu fazer o jogo de igual para igual na primeira etapa.


Foto: AFP

Na segunda etapa, o Atlético voltou melhor, mas ainda com pouca efetividade. O Galo pressionava e empurrava o Palmeiras para trás. E o que estava ruim para os donos da casa, ficou ainda pior: aos 37 da segunda etapa, Gustavo Scarpa entrou de forma brusca em Jair e também foi expulso. Nesse momento, o Verdão tinha dois jogadores a menos que o Galo, além de perder um ótimo batedor, em caso de disputa de pênaltis.


Depois disso, o Galo cresceu ainda mais no jogo, e conseguiu algumas boas chances de gol: Hulk teve em seus pés a melhor chance de gol da partida, mas bateu pra fora. Mais uma vez Hulk, cruzando para a área, onde a bola passa por todo mundo e acerta a trave do goleiro Weverton. Muitas chances, mas o 0x0 insistia em ficar no placar.


No último lance do jogo, Jair fez falta em Dudu, e Vargas (que já havia sido amarelado, e não tinha nada a ver com o lance) partiu pra cima do árbitro para reclamar de forma acintosa, tomando o segundo amarelo e sendo expulso. Esse foi o último momento da partida. 0x0, tudo seria decidido nos pênaltis.


Hulk, Nacho Fernández, Jair, Sasha e Junior Alonso converteram as cinco cobranças alvinegras. Veiga, Gustavo Gomez, Zé Rafael, Piquerez e Rony converteram as cinco cobranças alviverdes. Com isso, vieram as alternadas. Rubens foi para a sexta penalidade atleticana, e parou nas mãos do goleiro Weverton. Murilo converteu a última para o Palmeiras, garantindo a classificação dos atuais bicampeões para as semifinais da Libertadores pela terceira vez consecutiva.


Foto: AFP

Com o 0x0, Abel Ferreira segue com o tabu de nunca ter vencido o Atlético-MG, mas já elimina o Galo na Libertadores pelo segundo ano seguido. Contra o técnico Cuca, o retrospecto do Português é ainda melhor: venceu a final de 2020 contra o Santos, eliminou o Galo nas semifinais de 2021, e, agora, mais uma classificação diante da equipe mineira em 2022. Nas semifinais, o Palmeiras espera o vencedor do confronto entre Estudiantes-ARG x Athletico-PR. Do outro lado da chave, o Flamengo enfrenta o Vélez Sarsfield, da Argentina.

(22) 3861-2956.jpg
Rua Mal. Floriano Peixoto, nº 98 Centro, Miracema - RJ.jpg
CalceMais.calcados.jpg