• Henrique Chiapini Pereira

Red Bull dá asas para o Corinthians avançar!

Em jogo marcado pelo retorno de e estreia do novo manto, Corinthians vence Red Bull Bragantino e continua na briga por mais um título do Paulistão.



Foto: Sportbuzz


Na noite dessa quinta-feira, 30, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, o RB Bragantino enfrentou o Corinthians no Morumbi. Com a vitória por 2 a 0, o alvinegro se juntou a Mirassol, Palmeiras e Ponte Preta, na próxima fase da competição.


Red Bull, marca de energéticos mundialmente conhecida, oficializou em 2019 a compra do Bragantino por R$ 45 milhões. No mesmo ano, a equipe sagrou-se campeã da Série B e obteve acesso à elite do futebol brasileiro. A empresa austríaca ainda promete investir cerca de 200 milhões de reais em reforços para a temporada de 2020. O maior objetivo da instituição é conquistar a tão sonhada vaga para a Copa Libertadores da América. No atual momento, a aplicação desse valor já chega a R$ 80 milhões.



Foto: JC - UOL


Todo investimento teve retorno. A "Massa Bruta" atingiu o melhor desempenho da fase de grupos, com 23 pontos em 12 rodadas, desbancando os quatro principais nomes do futebol paulista. O Corinthians, por sua vez, fez a pior campanha das suas últimas cinco eliminações no Século XXI: 2004, 2007, 2008, 2010 e 2014. Foram somados 17 pontos em 12 confrontos.


O retrospecto entre os plantéis tem o "Timão" como doutrinador, com 24 triunfos dos 50 embates. O "Leão de Bragança" saiu vitorioso em apenas 9, tendo assim 17 enfrentamentos terminados em empate.


"O bom filho a casa torna". Em sua terceira passagem pelo seu clube formador, essa partida marcou a volta do atacante aos gramados paulistas. No tempo em que defendeu as cores do Corinthians, o centroavante entrou em campo 180 vezes e contabilizou 44 gols, além de dois títulos do Campeonato Brasileiro, 2005 e 2017; e um Campeonato Paulista, 2017.



Foto: Meu Timão


Com a posse de bola inicial, o Corinthians balançou a rede com apenas 27 segundos. Éderson, ex-jogador do Cruzeiro, avançou com liberdade pela zona defensiva do RB Bragantino e chutou forte. Júlio César, goleiro conhecido pela torcida corintiana, falhou e o placar foi inaugurado no Morumbi.


O time visitante, temendo ser eliminado, desencadeou uma série de oportunidades. Artur, destaque da partida, tomou sobre si a responsabilidade de mudar a situação em favor da sua equipe. Com duas boas chances, o reforço mais caro do RB Bragantino, tentou, mas foi parado pelo travessão e, em nova tentativa, finalizou pelo lado esquerdo da meta defendida por Cássio.


Aos 40 minutos, em um lance de infelicidade de Fagner, o lateral-direito entrou com força desproporcional em Morato. Os jogadores e a comissão técnica do grupo de Bragança Paulista pediram a expulsão do atleta corintiano, mas Raphael Claus, árbitro do duelo, indicou apenas o cartão amarelo.



Foto: Metrópoles


Na etapa complementar, o Corinthians voltou melhor que o oponente. Com duas tentativas: Luan, aos 10, e , aos 13 minutos, o maior campeão paulista ditava o jogo e se via com total oportunidades de aumentar o placar.


Finalmente o "Timão" pôde comemorar a vitória. Quando o relógio marcava o vigésimo quarto minuto, Luan, em cobrança de escanteio, encontrou , que alçou voo na área adversária e marcou, de cabeça, o segundo gol para os mandantes.



Foto: Superesportes


Se os torcedores já poderiam esperar fortes emoções das quartas de final do Paulistão, agora o coração vai bater em um ritmo ainda mais acelerado: foi dada a largada para as semifinais do Campeonato Paulista. Amanhã acontecerão as duas partidas: o Corinthians buscará a classificação contra o Mirassol, às 16h, na Arena Itaquera. Já o Palmeiras terá a Ponte Preta pela frente, às 19h, no Allianz Parque.




Por: Marcos Moreira

Edições: Henrique Chiapini

17 visualizações

Receba nossas atualizações.

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Giro Esportivo.